Notícias

5 dicas para melhorar sua memorização!

5 dicas para melhorar sua memorização!
30-09-19 | Dicas de Estudo | admin |

Veja se isso acontece com você: passa horas estudando e no fim parece que não entendeu o conteúdo? Você não está sozinho, isso acontece com muitos concurseiros. Por esse motivo vamos te passar 5 dicas para assimilar melhor e mais rápido o conteúdo.

Essas dicas aumentarão muito mais seu aprendizado, sua concentração e memorização da matéria. São técnicas simples que são “deixadas de lado” por muitos concurseiros que perdem por não aproveitar os benefícios que vamos falar aqui. Coloque algumas dessas técnicas em sua rotina de estudos ou mesmo todas elas, você irá sentir uma enorme diferença em seu aprendizado. Sem mais enrolação, vamos a elas!

Dica 1 – Tenha objetivos definidos para estudar e aprender. 

Sim, a primeira coisa será definir para qual carreira você está estudando. Não adianta começar sua jornada se não tiver determinado seu destino, seu concurso alvo. Esse erro é bem comum e faz muita diferença na hora de aprender. O concurseiro começa estudando para a PF, depois um tribunal, aí abre concurso para a assembleia legislativa do estado dele, e por aí vai. Cuidado com a síndrome da oportunidade, você já ouviu falar?! Fizemos uma postagem em nosso instagram sobre esse mal do século.

Tudo bem, entendemos que a estabilidade é importante, e que depois você poderia ir atrás do seu sonho. Porém uma coisa é ter foco em carreiras policiais, outra é ficar pulando de concurso em concurso. Esquecer de definir a carreira que quer seguir acaba tornando o aprendizado ineficaz, pois muitas vezes é estudado conteúdos que não são úteis para seu objetivo. Seu cérebro é uma máquina que entende que qualquer atividade sem utilidade ou sem uma recompensa acaba sendo um esforço inútil e por isso ele deixa de ser executada. Quando você estabelece o alvo, você envia ao cérebro uma mensagem, algo como “fique em alerta, meu querido cérebro, isso que estou fazendo é importante para mim”. Se você ainda não definiu a carreira para que quer estudar, faça uma reflexão e pense bem sobre o assunto. Faça um mural e coloque ali a sua meta de estudos. Pode ser a logo da instituição ou uma frase que te faça lembrar do objetivo que você traçou, assim estará sempre lembrando o porquê você está se dedicando aos estudos.

Dica 2 – Descubra qual seu horário de maior produtividade nos estudos. 

Cada um  possui um horário em que seu rendimento é maior. Uns, por exemplo, aprendem mais no período da manhã, há  aqueles que preferem “virar” a madrugada. O importante é escolher o horário em que sua concentração e energia o ajudem a aprender com mais facilidade. Descubra o horário mais produtivo na sua rotina, afinal, não adianta brigar consigo mesmo. E como descobrir seu horário mais produtivo? A melhor maneira será estudando em diversos horários. Assim você verificará como sua concentração e memorização são nos diferentes horários do dia. Note que em determinado horário seus estudos rendem mais, seu nível de atenção é maior, já em outros sua concentração fica menor. Determine seu melhor horário e mão à obra.

Dica 3 – Escreva para aprender mais fácil. 

É fácil perceber que a tecnologia tomou conta do mundo do concurseiro. Muitos trocaram o caderno pela tela do notebook ou celular. Tudo bem, isso é um avanço, e ainda é muito útil. O grande problema são esses vários sites que comercializam resumos para concurso. Segundo a neurologista Judy Willis, escrever desenvolve a criatividade e a expressão pessoal, ajuda no raciocínio cognitivo. Então faça você os seus resumos. Pois escrever, seja em uma tela ou no caderno, envolve muitas áreas do seu cérebro, e quanto mais áreas envolvidas na aprendizagem mais fácil fica a memorização. Por isso faça resumos, mapas mentais, grifos, anotações em livros, PDF’s, onde desejar, mas use o hábito de escrever sem moderação. O maior benefício que julgamos é que escrever irá te ajudar a organizar melhor seu raciocínio e te preparará para as redações que possa ter que fazer em provas de concursos.

Dica 4 – Pratique o que aprendeu.

Do que adianta você passar horas e horas debruçado sobre livros, apostilas e PDF’s se você não pratica o que aprende. Seu cérebro aprende que para uma informação não ser descartada é necessário que ela seja útil para você, e a melhor maneira de fazer isso é respondendo questões e fazendo simulados. Faça uma pergunta a alguém e automaticamente o cérebro dessa pessoa irá parar todas as atividades para se concentrar em responder à pergunta. Essa concentração é a grande sacada para que o aprendizado se torne ainda mais poderoso. Uma boa dica é deixar separado em seu computador ou caderno várias questões sobre o que você está estudando naquele período. Isso irá te ajudar a colocar em prática o que aprendeu. Muito mais do que isso, as questões são uma excelente forma de avaliar o seu conhecimento e saber a velocidade em que você está aprendendo o que está estudando. Caso você perceba que não está acertando, pode ser um momento de reforçar os estudos naquele conteúdo.

Dica 5 – Ensine para outras pessoas.

Junte os amigos que estudam para o mesmo concurso, e debatam sobre conteúdos que eles estão com dificuldade. Não seja egoísta achando que eles são seus concorrentes, tenha em mente que você agora está aprendendo em um nível diferente. Determine um assunto e estude para ensinar alguém, você irá perceber como sua capacidade de absorção daquele conteúdo irá melhorar muito. Não somente eles sairão ganhando com sua ajuda extra, você também estará se desenvolvendo ainda mais. É claro que ainda existem várias outras técnicas, macetes e bizus para facilitar seu aprendizado, porém o que te mostramos aqui já o suficiente para mudar sua forma de estudar daqui pra frente. Mas adianta nada você apenas ler esse artigo aqui no Blog e não colocar em prática desde já. Lembre-se defina seu objetivo, observe o horário mais produtivo para você, escreva seus resumos, pratique resolvendo questões e, a que achamos mais eficiente, ensine outras pessoas sobre o que você aprendeu.

Operação Federal no Instagram 

Fábrica de Policiais

Grupo de Preparação Intensiva

 

 

 

Comentários