Notícias

Curiosidades sobre o último Curso de Formação da Polícia Federal

Curiosidades sobre o último Curso de Formação da Polícia Federal
26-11-19 | Notícias Concursos | admin |

Quando estudamos para algumas carreiras, surgem dúvidas e curiosidades a respeito do cargo. Um dos nossos amigos aqui do blog nos enviou um comentário querendo saber sobre algumas curiosidades da Polícia Federal. Para ajudá-lo, e a você também, faremos uma adaptação ao texto para que não seja exposto informações institucionais que firam a segurança orgânica do órgão.

 

Pergunta 1 – Como funciona a progressão do cargo de Agente de Polícia da classe inicial até a classe especial?

O servidor deve cumprir certos requisitos para a promoção nos cargos da Polícia Federal são:

I – exercício ininterrupto do cargo:

  1. a) na terceira classe, por três anos, para promoção da terceira para a segunda classe;
  2. b) na segunda classe, por cinco anos, para promoção da segunda para a primeira classe;
  3. c) na primeira classe, por cinco anos, para promoção da primeira para a classe especial;

II – avaliação de desempenho satisfatória; e

III – conclusão, com aproveitamento, de curso de aperfeiçoamento.

Parágrafo único.  Interrompido o exercício, a contagem do interstício começará a correr a partir do retorno do servidor à atividade.

Pergunta 2 – Qual o nível das provas dentro da ANP? Quais os exercícios que mais reprovam e quais ficar ligado?

Em uma escala de dificuldade de 0 a 10 eu diria que as provas possuem nível de dificuldade 4. Prestando atenção nas aulas já é o suficiente para não reprovar.

No entanto, para obter uma boa colocação a conversa muda um pouco. Nesse caso e preciso manter 10 em praticamente todas as provas, e a briga é muito grande. Por 1 ou 2 questões você perde até 60 posições. Ademais, no último CFP existiam provas com peso 3 e cada erro custava caro.

As provas práticas não tinham tanta importância na classificação, bastando apenas passar. Pra ter uma ideia, 4 questões da prova de DH e Ética valiam a mesma pontuação que todas as avaliações do SAT (Setor de Armamento e Tiro) que consistia em 1 prova teórica e 1 prática com 3 avaliações – disparo de precisão, disparos em alvo silhueta e disparo em um alvo multicolorido.

Nas provas práticas do SAT, o bizu é se preparar psicologicamente, não há dificuldades para passar, exigindo apenas um bom controle emocional. Já nas provas teóricas do Setor de Armamento e Tiro, apesar de serem fáceis de se obter a aprovação, para uma boa colocação é preciso se dedicar ao máximo para não perder nenhuma questão.

  • As provas que mais eliminam candidatos:
    • Pista de obstáculo: machuca muita gente.
    • Corrida com gandola: teve um que desmaiou e por alguns fatores extras acabou sendo eliminado.
    • Nado policial: muita atenção, nado chato que requer bastante treino.
    • Provas do SAT: eliminou 3.

No mais é manter a cabeça no lugar. Houve casos de pessoas surtando no alojamento, partindo pra agressão física, outros estavam completamente descomprometidos com as regras. Tudo isso foram motivos que ensejaram, de uma forma ou de outra, a eliminação de alguns candidatos nas provas.

Pergunta 3 – Como funciona para fazer parte do grupo que faz proteção de autoridades nacionais (quando viajam em exercício) e internacionais (quando vem ao Brasil para algum evento)?

Fazer o curso de segurança de dignitários e ficar lotado em BSB no Núcleo de Segurança de Dignitários, muito embora existam missões esporádicas nas SR (Superintendências Regionais) e delegacias. Colega recém empossado já participou de missão como Segurança de Dignitário.

Pergunta 4 – Como funciona para ser lotado no aeroporto?

É preciso trabalhar no setor de imigrações, fazer um curso em EAD e se souber alguma língua é um grande diferencial.

Pergunta 5 – Agentes podem fazer parte da interpol?

Sim, é possível. Entre as oportunidades cadastradas na plataforma, vale destacar: analista de inteligência criminal, oficial de crime digital e chefe de escritório regional. Esses cargos exigem domínio de outros idiomas, currículo exemplar e disponibilidade para morar em outro país.

Para trabalhar na Interpol é preciso que haja uma vaga em aberto. Os requisitos variam para cada vaga. Mas é preciso que o candidato fale uma das línguas oficiais da Interpol (Árabe, Inglês, Frances, e Espanhol). No processo seletivo os candidatos passam por testes psicotécnicos e de personalidade.

Essas perguntas foram respondidas por um colega colaborador que esteve no último CFP da Policia Federal. Se você tem alguma curiosidade sobre a PF ou PRF, deixe nos comentários para que possamos te ajudar e cada vez mais interagir contigo nessa sua caminhada até seu objetivo.

Nos acompanhe nas redes sociais do Instagram e Facebook para saber mais sobre técnicas de estudos e material motivacional todos os dias.

Comentários