Notícias

Quais conteúdos devo focar mais para o concurso de Escrivão da PCDF?

Quais conteúdos devo focar mais para o concurso de Escrivão da PCDF?
24-01-20 | Dicas de Estudo | admin |

Na quarta-feira, dia 22 de janeiro de 2020, foram abertas as inscrições do concurso para Escrivão da PCDF. As inscrições vão até 10 de fevereiro e este certame tem tudo para ser um dos concursos mais concorridos do país. Faremos aqui uma breve análise dos conteúdos mais cobrados no último concurso, observando as matérias semelhantes no concurso de 2013 e neste de 2019, com edital já publicado.

Essa análise servirá pra você verificar que 80% do que é cobrado em uma prova de concurso vem de 20% do conteúdo exigido em edital. Essa é uma de nossas dicas para os alunos do Fábrica de Policiais: estudar o que mais cai em prova, resolvendo muitas questões e fazendo resumos pontuais no material de estudo.

Dizer que 20% do edital de um concurso é recorrentemente cobrado não é o mesmo que dizer para você deixar de lado os outros 80% do conteúdo e focar somente nesses 20%. Nossa orientação é focar nas questões, observar o que mais é cobrado pela banca e fazer um estudo consciente.

Priorize o conteúdo que mais tem dificuldade, podendo ser aquela matéria nova que entrou neste concurso ou algum tema que ainda não foi completamente compreendido até agora.

Analisando a prova de Escrivão da PCDF de 2013, vemos a seguinte distribuição:

Pode ser notado que há uma diferença entre os editais, algumas matérias saíram e outras entraram. A exemplo da disciplina de Direitos Humanos, que será cobrada nesta prova de 2020. Outra coisa interessante é que quase 80% das questões foram de matérias de direito e português, mostrando a relevância de se observar esses dados para traçar uma estratégia inteligente nessa altura dos estudos.

Edital Escrivão PCDF 2019

Seguindo o que foi cobrado na prova de 2013 e observando as matérias correlatas neste certame de 2019, faremos uma análise do que pode ser cobrado na prova em 15 de março. Assim, temos:

O tema “agentes públicos” não será cobrado na prova de 2020. Deixamos na estatística pra não viciar os dados e passar a impressão que somente Improbidade Administrativa foi mais cobrado. Mas fique atento ao tema Improbidade, é um assunto relevante e cairá em sua prova com certeza.

Como novidade deste certame, temos as matérias de Direitos Humanos e Inglês. Usamos aqui uma estatística da banca Cebraspe dos últimos anos para te dar uma noção sobre os temas mais cobrados. Em Direitos Humanos vemos uma cobrança mais acentuada nos temas de conceitos gerais, DH na Constituição Federal e tratados internacionais.

Na matéria de inglês, a temática mais cobrada, com certeza, é a interpretação de texto. Resolva muitas questões sobre este tema e note os temas mais cobrados pela banca.

O conteúdo de Direito Constitucional para este certame de 2019 é menor que o anterior, cobrando apenas os direitos e garantias e o capítulo Da Segurança Pública. Apenas esses dois temas, na prova de 2013, somaram mais de 55% das questões de Direito Constitucional. Então, atenção à esse tema também.

Nessa pequena análise estatística podemos notar os temas mais cobrados pela banca. Vai servir para que você direcione seus esforços e trace sua estratégia 80/20, focando no que é mais cobrado e mantendo um estudo ativo combinando resumos e resolução de questões.

Pensando em ajudar você, guerreiro do Operação Federal, deixaremos os links do material de Legislação da PCDF para este certame de Escrivão. Não deixe de entrar em nosso canal no Telegram.

  1. Lei nº 4.878/1965 (Regime Jurídico dos Funcionários Policiais Civis da União e do DF)
  2. Decreto-Lei nº 2.266/1985 (criação da carreira PCDF, cargos, valores e vencimentos)
  3. Lei nº 9.264/1996 (desmembramento e reorganização da PCDF, remuneração de seus cargos)
  4. Decreto nº 30.490/2009 (Regimento Interno da PCDF).
  5. Lei Orgânica do Distrito Federal: Capítulo V, Seção I 2 Da Polícia Civil.
  6. Lei nº 13.869 de 2019

 

Operação Federal no Instagram

Operação Federal no Facebook

Fabrica de Policiais

Grupo de Preparação Intensiva (GPI)

Comentários